//Remover histórico de conexão Área de Trabalho Remota RPC no Windows 7, 8 e 10

Remover histórico de conexão Área de Trabalho Remota RPC no Windows 7, 8 e 10

Essa informação é bastante útil, caso o administrador deseje acessar outra máquina e não deseja que o usuário saiba o IP.

Abra o Editor de Registro
Tecla do ” Windows + r e digite


 

pressione a tecla ” F3 ”

Adicione a chave ” HKEY_CURRENT_USER\SOFTWARE\Microsoft\Terminal Server Client\Default ” na sua busca

Apague as chaves ” MRU “, é fácil de identificar, pois está com os IP conectados

Vá na pasta ” Meus Documentos ” e exiba os arquivos ocultos

Apague o arquivo ” default.rdp “.

 

Sistemas Operacionais

Microsoft

 

Compreendendo o protocolo RDP

O protocolo RDP se baseia na família de padrões de protocolo T-120 e é uma extensão dessa família. Um protocolo com capacidade multicanal proporciona canais virtuais separados para o transporte de dados de apresentação, comunicação de dispositivos em série, dados altamente criptografados (atividade do mouse e teclado) e assim por diante.

 

Como o RDP é uma extensão do protocolo central T.Share, vários outros recursos são mantidos como parte do RDP, como os recursos de arquitetura necessários para o suporte a vários pontos (sessões em diversas partes). A distribuição de dados a vários pontos permite que os dados de um aplicativo sejam distribuídos em “tempo real” a várias partes, sem que seja necessário enviar os mesmos dados para cada sessão individualmente (por exemplo, quadros de comunicação virtuais).

Primeira Versão

Porém, nesta primeira versão do Windows Terminal Server, estamos nos concentrando em fornecer comunicações ponto a ponto (em uma única sessão) rápidas e confiáveis.

 

Apenas um canal de dados será usado na versão inicial do Terminal Server 4.0. No entanto, a flexibilidade do RDP nos dá espaço suficiente para integrar novas funcionalidades em produtos futuros.

Um dos motivos pelos quais a Microsoft decidiu implementar o RDP para fins de conectividade no Windows NT Terminal Server é que esse protocolo fornece uma base bastante extensível com a qual é possível desenvolver muitos outros recursos.

 

Isto porque o RDP fornece 64.000 canais separados para a transmissão de dados. No entanto, as atividades atuais de transmissão estão usando apenas um único canal (para dados de apresentação, teclado e mouse).

 

Outras Topologias

Além disso, o RDP foi projetado para dar suporte a diversos tipos de topologias de rede, como o ISDN e o POTS, e a muitos protocolos de LAN, como o IPX, o NetBIOS, o TCP/IP e assim por diante. A versão atual do RDP somente será executada via TCP/IP, mas, com os comentários dos clientes, suporte a outros protocolos poderá ser adicionado em versões futuras.

A atividade envolvida no envio e no recebimento de dados através da pilha RDP é essencialmente a mesma que a dos padrões atuais do modelo OSI em sete camadas para sistemas de rede LAN comuns.

 

Os dados de um aplicativo ou serviço a serem transmitidos percorrem as pilhas de protocolos, são separados, direcionados a um canal (via MCS), criptografados, empacotados, enquadrados, embutidos no protocolo de rede e finalmente direcionados e enviados via transmissão sem fio para o cliente.

 

Os dados retornados funcionam da mesma forma, só que no sentido inverso: o endereço do pacote é removido e, em seguida, o pacote é aberto e descriptografado, passando por outros processos até que os dados sejam apresentados ao aplicativo para uso. As principais modificações na pilha de protocolos ocorrem entre as quarta e a sétima camadas, nas quais os dados são criptografados, empacotados e enquadrados, direcionados a um canal e marcados com prioridades específicas.

Pontos Chave

Um dos pontos-chave para os desenvolvedores de aplicativos é que, com o uso do RDP, a Microsoft simplificou as complexidades de se lidar com a pilha de protocolos. Isso permite a esses desenvolvedores gravar aplicativos de 32 bits simples, bem projetados e que apresentam um bom comportamento. Em seguida, a pilha RDP implementada pelo Terminal Server e suas conexões de cliente se encarregam do resto.

O RDP foi desenvolvido de modo a ser completamente independente de sua pilha de transporte subjacente, neste caso, o TCP/IP. Como o RDP é totalmente independente da sua pilha de transporte, podemos adicionar outros drivers de transporte para outros protocolos de rede conforme a necessidade dos clientes, com pouca ou nenhuma mudança significativa nas partes fundamentais do programa.


Sou Administrador de Redes e Servidores Windows e Linux. Quando consigo Curto Caminhar, Fazer Trilhas, Natureza e insetos!